BNG apresenta no parlamento autonómico Proposiçom nom de Lei que exige o arquivo da montagem da ‘Guardia Civil’

Grupo Parlamentar_BNG.jpgHoje, o BNG fijo pública a apresentaçom da Proposiçom nom de Lei (PNL) que instará o parlamento autonómico a se pronunciar em termos de condena sobre a ilegalizaçom de Causa Galiza e reclamar o arquivo definitivo da causa penal ainda aberta na Audiencia Nacional contra nove militantes galegas e galegos. A apresentaçom de ambas reivindicaçons contidas na PNL retratará o nível democrático dos grupos parlamentares presentes na câmara frente à montagem policial e judicial iniciada em 2015.

A apresentaçom da PNL substancia os acordos alcançados em 20 de outubro passado, quando umha delegaçom do nosso coletivo se reuniu na sede nacional do BNG com a formaçom nacionalista. Na altura, a representaçom do Bloque Nacionalista Galego comprometera-se à apresentaçom da PNL, o apoio às iniciativas de mobilizaçom que denunciassem o corte de liberdades democráticas e o seguimento informativo do processo judicial ainda em curso no tribunal de exceçom.

Cumprimentos do Coletivo

Do Coletivo de Independentistas Investigados e Investigadas na Operación Jaro queremos exprimir os nossos mais profundos cumprimentos ao grupo parlamentar do BNG por levar a umha sede institucional a denúncia da montagem desenhada em 2015 pola Guardia Civil e por multiplicar, com esse compromisso, a denúncia social e política da Operación Jaro, fazendo das instituiçons autonómicas um altofalante que visibilice a existência da repressom política.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s