Celebramos em Muros umha palestra informativa sobre o processo repressivo contra o independentismo

Palestra Muros 2.jpgApós o levantamento sucessivo das “medidas cautelares” da ilegalizaçom de Causa Galiza e proibiçom de as nove pessoas processadas na Operación Jaro sairem das fronteiras do Reino de Espanha, o sumário aberto a nove independentistas continua aberto na Audiencia Nacional. A nosssa dinámica de trabalho informativo e iniciativas políticas de denúncia continua portanto também ativa até lograr o arquivo definitivo desta montagem político-judicial. Segue a ler

Anúncios

Meios jogárom e jogam agora um papel chave na legitimaçom da ‘Operación Jaro’ contra o Independentismo Galego

ovelhas5  Quando a Guardia Civil iniciou a Operación Jaro na madrugada de 30 de outubro de 2015, a prática totalidade de meios escritos, digitais, radiofónicos e televisados reproduzírom sem escrúpulos nem contrastes a nota do Ministerio de Interior que acusava Causa Galiza de “braço político” dumha organizaçom armada e aos seus e suas militantes de membros dum “entramado terrorista” (sic). A versom oficial reproduziu-se unanimemente, cargando-se, de passo, a nossa “presunçom de inocência”, expondo-nos a um juízo mediático e evitando o contraste informativo. Segue a ler

‘Audiencia Nacional’ levanta agora a proibiçom de os investigados na ‘Operación Jaro’ sairem do Estado espanhol

passaporte Após a devoluçom do estatuto legal à organizaçom independentista Causa Galiza, a Audiencia Nacional parece praticar umha demoliçom por fases da causa aberta pola Guardia Civil em outubro de 2015. Hoje, fumos notificadas polos nossos advogados de que o tribunal de exceçom levantava umha outra medida cautelar imposta aos processados como a retirada de passaportes e a proibiçom de abandonar o território que este tribunal chama “nacional”. Segue a ler

Proxima palestra informativa sobre a ‘Operación Jaro’ celebrará-se em Rianxo

palestra-rianxo Após a levantamento da “suspensom de atividades” (ilegalizaçom fática) imposta a Causa Galiza pola Audiencia Nacional, a causa aberta neste tribunal político contra nove independentistas galegas permanece paradoxalmente aberta. Esta é a razom última de que apesar da nova situaçom a respeito da organizaçom, mantenhamos em andamento a dinámica de palestras informativas sobre a Operación Jaro em vilas e cidades do País. A próxima será em Rianxo. Segue a ler