Ilegalizaçom de Causa Galiza chega a Europa da mao do BNG e EH Bildu

miranda_juaristi  A denúncia da ilegalizaçom da organizaçom independentista galega Causa Galiza e o processo penal que temos aberto desde há quase um ano nove independentistas na Audiencia Nacional chegárom porfim ao Parlamento Europeu. Foi em forma de pergunta parlamentar apresentada onte por registo por Josu Juaristi Abaunz, eurodeputado da coligaçom eleitoral Os Povos Decidem, composta polo BNG e a formaçom independentista basca EH Bildu. Segue a ler

Anúncios

Encausadas na ‘Operación Jaro’ entregam à CIG comunicaçom para tratar nas assembleias de delegados

cig-delegados   Após a reuniom mantida em junho com a direçom da Confederaçom Intersindical Galega (CIG), os independentistas imputados na Operación Jaro faziamos chegar hoje ao sindicato galego a comunicaçom acordada para se ler nas assembleias de delegadas e delegados da CIG. O objeto desta comunicaçom é espalhar no mundo laboral o conhecimento e a denúncia da ilegalizaçom de Causa Galiza e do processo penal, com petiçom de penas de prisom, que segue aberto contra nove independentistas. Segue a ler

Emprazamos as candidatas a se pronunciarem sobre a ilegalizaçom de Causa Galiza e o eventual juízo político contra nove independentistas

trio Coincidindo com o equador da campanha eleitoral, as 9 pessoas envolvidas na Operación Jaro emprazamos através da rede social Twitter os candidatos e candidatas de PSOE, En Marea e BNG, Xoaquín Fernández Leiceaga, Luis Villares Naveira e Ana Pontón Mondelo, respetivamente, a darem em público a sua opiniom sobre a ilegalizaçom fática da organizaçom independentista Causa Galiza pola Audiencia Nacional e o eventual juízo político projetado contra nove dos e das suas militantes. Segue a ler

Candidato da extrema direita às Eleiçons Autonómicas sugire que se deve penalizar o independentismo na Galiza

antonio-lara-fernandez-villamarinÉ Antonio Lara Fernández-Villamarín, assessor em Direito Bancário e candidato número 1 de Ciudadanos pola circunscriçom de Ponte Vedra às Eleiçons Autonómicas. Onte, em galego, advertia nas páginas de La Voz de Galicia que “propor questons fora da lei (sic) vulneraria a Constituiçom” espanhola de 1978 e que “nom se pode ser condescendente com os que falam (sic) de independência para a Galiza”. Segue a ler

Ex militantes de Causa Galiza levaremos a ilegalizaçom da extinta organizaçom política ao ‘Tribunal Constitucional’

censurado Neste 30 de outubro próximo cumpre-se um ano do início da Operación Jaro e a ilegalizaçom de facto da organizaçom política independentista Causa Galiza. Recordamos que o juíz Eloy Velasco, da Audiencia Nacional, impugera na altura, junto às imputaçons personalizadas, umha “suspensom de atividades” durante 2 anos que, finalmente, se reduziu a um prorrogável. Bem, nas próximas semanas remata esta ilegalizaçom fáctica e, com absoluta provabilidade, o tribunal de exceçom procederá à sua prórroga. Segue a ler

Pessoas encausadas na ‘Operación Jaro’ participam numha jornada internacional sobre a repressom política em Catalunha

Jaro1  Pessoas processadas como resultado da Operación Jaro iniciada pola Guardia Civil em 30 de outubro de 2015 participaremos numha jornada internacional sobre a repressom política em Catalunha. O encontro organizado por Rescat celebrará-se no sábado 26 de novembro no A. P. Octubre de Poble Nou. Pessoas de outras naçons e organizaçons envolvidas em processos repressivos como a Operación Pandora, o SAT de Andalucia, o Socorro Rojo Internacional, o Caso Alfon, ou os retaliados politicos bascos e bascas, etc. participarám neste evento. Segue a ler

Militante detido e processado na ‘Operación Jaro’ denuncia em entrevista o processo político-repressivo

joam6   Continuamos adiante com o nosso incansável trabalho de formiga de denúncia da persecuçom política e ampliaçom do abano de solidariedades frente à ilegalizaçom. Recentemente, como mais um grao de areia desse trabalho, o coletivo Vigo contra a Represión entrevistou o ex militante de Causa Galiza, Joám Peres. O audiovisual que anexamos nesta ligaçom dá conta dos múltiplos aspetos do operativo policial, mediático e judicial iniciado em 30 de outubro de 2015. Segue a ler