Ilegalizaçom de CAUSA GALIZA foi outra montagem política de Jorge Fernández Díaz

Palha   Hoje, o Ministro de Interior espanhol Jorge Fernández Díaz ocupa titulares por traçar desde o seu departamento operaçons de acossa a dirigentes independentistas cataláns com apoio de meios, fiscais e outras autoridades. É o modus operandi tradicional deste regime e surpreende a cada menos gente, à vez que um autêntico facto diferencial do sistema político espanhol, se o comparamos com outros da sua contorna geopolítica.

A notícia recorda-nos a Operación Jaro: nove independentistas galegas detidas em aparatosas operaçons da Guardia Civil com ampla cobertura mediática. Os meios reproduzírom na altura fidelmente a nota informativa que lhes enviava Fernández Díaz. O juíz da Audiencia Nacional Eloy Velasco ditou a ilegalizaçom fática de Causa Galiza e o processamento de nove militantes. Todos “cumprírom” obedientemente e a montagem político-policial alcançou os seus objetivos políticos: golpear e desestruturar o Independentismo Galego.

A conclusom é óbvia: neste Estado, a “separaçom de poderes” é ciência fiçom. À hora da verdade, qualquer dissidente político pode ser linchado mediaticamente, detida, julgado ou encarcerada se o Executivo espanhol o considerar oportuno. Essa imagem de “repressom e arbitrariedade governamental” com a que a extrema direita mediática trata de retratar Venezuela é, realmente, a do Reino de Espanha.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s